Na sequência do Estado de Alerta em Portugal e as consequentes medidas aplicadas devido ao surto de coronavírus, em particular no que toca à necessidade de garantir que são seguidas as recomendações da Direção geral de Saúde relativas à concentração de pessoas, foi decidido, esta tarde, numa reunião entre o presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta, a Fundação Cultursintra e a Parques de Sintra Monte da Lua, o encerramento imediato da Quinta da Regaleira, Parque e Palácio Nacional da Pena, Castelo dos Mouros, Palácio Nacional de Sintra, Palácio Nacional e Jardins de Queluz, Parque e Palácio de Monserrate, Chalet e Jardim da Condessa d'Edla e Quinta da Ribafria, tendo em conta a afluência e concentração de pessoas no espaço público envolvente e no interior dos mesmos.

O recente surto do coronavírus, uma nova estirpe de vírus, com origem na China, que debilita profundamente o sistema respiratório do ser humano podendo causar uma infeção respiratória grave, impõe que as autoridades responsáveis implementem medidas preventivas para travar a propagação deste vírus e impedir que a mesma dê lugar a uma epidemia que pode ser letal no ser humano, sobretudo nas pessoas com sistema imunológico mais deficitário ou portadoras de uma doença crónica e, por isso, mais suscetíveis a doenças infectocontagiosas.

O Dia da Proteção Civil vai ser assinalado em Sintra, no dia 7 de março, sábado, entre as 10h00 e as 17h00, no Parque de Lazer D. Domingos Jardo, em Agualva-Cacém.

O Presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta, assinou hoje o seguinte despacho:

A Câmara Municipal de Sintra acionou esta manhã o plano de contingência para a infeção (PCI) do COVID-19, que tem como missão acompanhar a evolução da propagação do Coronavírus (COVID-19), antecipar e implementar as medidas e ações adequadas de prevenção, intervenção e recuperação a fim de assegurar a continuidade das atividades essenciais e prioritárias da Câmara Municipal e do município de Sintra, apoiar as populações e restabelecer, caso se justifique, a normalidade.

IR PARA O TOPO